Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo

O Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo (NEUrgMI) da Sociedade Portuguesa da Medicina Interna (SPMI) dedica-se ao estudo da patologia emergente, urgente e aguda, na dependência directa da SPMI, e é constituído por associados da mesma inscritos neste Núcleo de Estudos.

Secretariado: 

Biénio Fev 2021 –  Fev 2023
Coordenadora – Maria da Luz Brazão
Coordenadora adjunta – Susana Marques
Secretariado – Andreia Vilas Boas, António Martins Baptista, Carla Araújo, João Porto, João Sá, José Mariz, Luísa Guimarães, Marco Fernandes, Maria João Lobão, Nuno Bernardino Vieira, Raquel Cavaco, Ricardo Louro, Sofia Nóbrega, Zélia Lopes

Contactos: neurgmi@spmi.pt

História

O Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo (NEUrgMI) da Sociedade Portuguesa da Medicina Interna (SPMI) dedica-se ao estudo da patologia emergente, urgente e aguda, na dependência directa da SPMI, e é constituído por associados da mesma inscritos neste Núcleo de Estudos.
Contextualizando a necessidade de criação deste Núcleo, sabemos que os Internistas trabalham no Serviço de Urgência dos Hospitais portugueses 24h por dia, 7 dias por semana, durante todo o ano. A sua área de actuação inclui ainda Unidades de Cuidados Intermédios e Intensivos.
Durante o plano de formação curricular em Medicina Interna, os Médicos adquirem formação teórica e prática em diversos campos, desde a identificação e tratamento de situações de emergência/urgência, estabelecimento de prioridades nos procedimentos diagnósticos e terapêuticos e manuseamento de situações clínicas complexas.
Pela sua grande capacidade de trabalho em equipas multidisciplinares, percepção da relação custo/benefício e capacidade de liderança, o Internista é o gestor ideal do doente agudo.
A abordagem destes doentes em contexto de urgência exige uma enorme destreza e sistematização de atitudes, detecção rápida e sequencial das disfunções que possam pôr em risco a vida, e instituição de tratamento imediatamente após a sua identificação.
Pela sua capacidade de liderança aliada a um edifício teórico sólido e destreza na execução de técnicas, o Internista é o especialista ideal para lidar com todas as exigências da prestação deste tipo de cuidados médicos.

Pelo exposto, o Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo da SPMI pretende ser um veículo de formação, investigação e desenvolvimento da Medicina Interna em Portugal.

A Medicina Interna Portuguesa conta com a tua colaboração!

Objetivos

  • Aumentar o suporte científico na área da patologia emergente, urgente e aguda
  • Promover meios para a construção de uma formação sólida no âmbito da Medicina de Urgência
  • Estimular a formação médica pós-graduada através da realização de cursos certificados
  • Desenvolver iniciativas de formação em Medicina de Urgência de forma autónoma em articulação com o Núcleo de Estudos de Formação em Medicina Interna (FORMI) da SPMI
  • Criar pontes / interligação com todos os Núcleos de estudo da SPMI
  • Colaborar com o Congresso Nacional de Medicina Interna
  • Contribuir para dignificar e fortalecer a Medicina Interna em Portugal

Plano de Ação

– Melhorar a divulgação do NEUrgMI entre os Internistas
– Organizar anualmente e melhorar a divulgação do Congresso Nacional de Urgência (mantendo a rotação geográfica de forma a cobrir todo o país)
– Dinamizar Cursos pré-congresso com interesse na gestão da patologia aguda e emergente
– Organizar anualmente o curso “O Internista e a urgência”
– Implementação dos protocolos já elaborados:  (- TEP; – TEV; – FA)
– Escrever artigos científicos sobre temáticas do interesse da urgência e do doente agudo
– Manter os Position paper do NEUrgMI sobre temas como por ex: planos de contingência na urgência

Regulamento

 ORGANIZAÇÃO:
1 – O NEUrgMI é constituído por todos os Sócios da SPMI que nele se inscrevam.
2 – São órgãos do NEUrgMI:
a)Plenário:
Constituído por todos os sócios da SPMI inscritos no NEUrgMI.
b) Secretariado:
b.1 – Eleição – é eleito entre os elementos do NEUrgMI em reunião convocada para o efeito.
b.2 – Constituição – é constituído por nove elementos, sendo um deles o Coordenador. Este assegura a ligação do NEUrgMI com a Direção da SPMI.
b.3 – Funções:
– Assegurar a gestão, administração e representação do Núcleo, com a colaboração do Secretariado da SPMI.
– Coordenar as atividades do Núcleo com a Direção da SPMI.
– Promover a divulgação periódica de informações sobre a atividade desenvolvida junto dos sócios da SPMI.

Inscrição

Inscrição no Núcleo


















NOTA INFORMATIVA:

A inscrição no Núcleo destina-se exclusivamente a sócios da SPMI

Declaração de aceitação

Declaro que as informações e os dados por mim prestados no presente formulário são completos, precisos e verdadeiros, comprometendo-me a informar a SPMI – Sociedade Portuguesa de Medicina Interna caso ocorra alguma alteração aos mesmos.

Autorização para o tratamento de dados pessoais

Autorizo o tratamento dos meus dados pessoais acima identificados, pela SPMI nos termos da lei (em particular, a Lei n.º 67/98, de 26 de Outubro - Lei de Proteção de Dados Pessoais), no âmbito das suas atividades, tendo em vista as finalidades de gestão dos programas de formação e atividades relacionadas com a SPMI. Nos termos da lei, fui informado(a) que me é garantido, enquanto titular dos dados pessoais tratados, o direito de acesso, retificação e eliminação dos meus dados pessoais tratados no âmbito da presente base de dados. Para o efeito, caso pretenda aceder, retificar ou eliminar os meus dados pessoais, deverei contatar website@spmi.pt


Consulte os eventos do Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo:

Eventos Futuros

CURSO: O Internista e a Urgência
Local:
Funchal
Data:
Adiado. Novas Datas Brevemente

6ª Congresso Nacional da Urgência
Data: 5 a 7 de Novembro de 2021
Local: Penafiel

Cursos 2020:
Curso Básico de Medicina Intensiva
 – 23 e 24 de Outubro na sede da SPMI
Curso SAV – 29 e 30 de Outubro em Penafiel
Curso de POCUS – 29 e 30 de Outubro em Penafiel
Inscrições e mais informações AQUI

Eventos Passados

CURSO: O Internista e a Urgência,
Local:
Funchal
Data:
28-29 Junho 2019

V CONGRESSO NACIONAL DA URGÊNCIA
Local:
Portimão
Data: 5-6 Outubro 2019
Mais Informações: www.spmi.pt/5cnurgencia/

– Mesa redonda no 24º Congresso Nacional de Medicina Interna: Urgência – 100 defeitos?
Moderadores: Maria da Luz Brazão e Luísa Guimarães; Palestrantes: António Martins Baptista; Nuno Bernardino e Sofia Nóbrega, Maio 2018

Curso O Internista e a Urgência, Funchal, 29-30 Junho 2018

Banca sobre SBV na Festa da Saúde, Porto, 7-8 Julho 2018

– Mesa redonda na I Reunião do Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica: Tromboembolismo na grávida

Moderadora: Maria da Luz Brazão; Palestrantes: Augusta Borges, Carla Araújo, Sofia Silva, Sofia Nóbrega, Estoril, 9-10 Novembro 2018

IV Congresso Nacional de Urgência, Setúbal, 17-18 Novembro 2018.
Cursos pré-congresso: SAV, SAVIC, BASIC, VNI, Ecografia na Urgência e Urgências na Diabetes

PRÉMIO:
Para melhor trabalho de investigação a ser apresentado no V Congresso Nacional da Urgência

Bolsa:
Para Curso O Internista e a Urgência (viagem, estadia e inscrição)

 

Publicações de Interesse

Simulação Clínica, uma forma de inovar em saúde, in Revista da SPMI, vol 22, nº3, Julho/Set 2015
Consulte AQUI o artigo

Atividade dos serviços de urgência hospitalares, in Revista da SPMI, vol 23, nº3, Julho/Set 2016
Consulte AQUI o artigo

Publicações de Sócios:

Viagem pelo Mundo da Medicina de Urgência, in Revista da SPMI, vol 24, nº1, Jan/Mar 2017
Consulte o artigo em AQUI

Resposta à Carta ao Editor, “A propósito do reconhecimento em Portugal da especialidade de Medicina de Emergência”, in Revista da SPMI, vol 24, nº4, Out/Dez 2017
Consulte o artigo em AQUI

Urgência  sem defeitos, existe?, in Just News, Especial Live Medicina Interna, espaço dedicado aos Núcleos da SPMI, Jul/Set 2018

Entrevistas sobre temas de interesse para a população geral:

Plano de contingência da gripe

Golpe de calor, que cuidados à população?

PROPOSTA DE CERTIFICAÇÃO:

Certificação para Internistas na área de Urgência

Regulamento da Certificação para Internistas na área de UrgênciaConsulte AQUI

Formulário de Candidatura à Certificação Urgência – Descarregue AQUI

Avaliação de Candidaturas:

Dado ser o primeiro ano das candidaturas à especialização em Urgência, a época de avaliação será dividida em 3 fases.

As Candidaturas recebidas até Dezembro de 2020, serão avaliadas no decorrer do mês de Março pelo Júri composto por 3 elementos: Presidente da SPMI, Coordenadora e Coordenadora Adjunta do NEUrgMI. Em Abril abriremos nova fase de candidaturas até 31 de Maio, que serão avaliadas em Junho. Por fim, em Julho será aberta a última fase de candidaturas que decorre até 31 de Dezembro e em Janeiro de 2022 serão avaliadas.

DESTAQUES COVID-19:

Documento:

Recomendações do Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo para a abordagem da COVID-19 no Serviço de Urgência – revisto 30/10/2020 – Consulte AQUI

COMUNICADO DO NEUrgMI sobre a COVID-19:

A COVID-19 é uma doença emergente, conhecida desde há poucos meses, causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, pelo que todo o conhecimento que temos sobre ela reside sobretudo na experiência de vida real dos vários países que têm sido vítimas desta pandemia, nomeadamente da China e da Itália. Apesar disto, neste pouco tempo, tem sido impressionante o avolumar de artigos científicos sobre a epidemiologia, o diagnóstico e o tratamento desta nova doença.

Sabe-se que 80% da população terá sintomas ligeiros, estando preconizado a quarentena em casa, sob medidas de alívio de sintomas, nomeadamente paracetamol para a febre, descanso, reforço hídrico.

Sabe-se que 15% da população terá sintomas moderados a graves. Irão precisar de internamento Hospitalar. Nesse subgrupo encontram-se os doentes com várias comorbilidades. O papel do Internista será fundamental na optimização terapêutica.

Sabe-se que 5% da população irá evoluir de forma mais grave, necessitando de admissão em Unidade de Cuidados Intensivos (a Sociedade de Cuidados Intensivos emitiu uma série de recomendações e orientações terapêuticas).

Actualmente os fármacos utilizados são off-label. Tratando-se de um vírus novo, ainda estamos todos numa fase de intensa investigação. Estudos robustos e sólidos serão necessários (a Norma 04/2020 de 23.03.2020 da DGS apresenta uma tabela com esquema terapêutico). Existem vários algoritmos terapêuticos, talvez não muito diferentes entre si, mas não validados.

Como todas as doenças agudas, a porta de entrada destes doentes será o Serviço de Urgência dos nossos Hospitais, pelo que o NEUrgMI não podia deixar de se manifestar junto dos internistas que estão neste momento na linha da frente no combate a este agente invisível (nos SUs, nas enfermarias, nos internamentos COVID-dedicados, nas UCIs).

Muitas já foram as orientações e normas emanadas pela DGS consoante a evolução da doença, desde a sua fase inicial, passando pela fase de epidemia até à de pandemia; desde a fase de contenção até à actual fase de mitigação.

Consideramos essencial para todos os internistas que trabalham no SU no cuidado a estes doentes:

– acesso a informação crucial e permanente por parte das instituições e da tutela;
– possibilidade de protecção individual adequada (vidé norma 13/2020 de 21.03.2020 da DGS);
– possibilidade de trabalhar em SUs com adequada definição de circuitos (desde o ADC à alta para domicílio ou ao internamento), tal como define a Norma 04/2020 de 23.03.2020 da DGS.

Se pensarmos que estamos perante uma maratona, temos um longo caminho pela frente.

Esperamos que o conhecimento e as medidas adoptadas (nomeadamente o isolamento social) aplanem a curva de incidência de novos casos de forma a que o SNS e os nossos Hospitais consigam dar resposta.

A resposta que o Serviço de Urgência terá que dar é um desafio enorme para todos.

Coordenadora do Núcleo de Estudos de Urgência e do Doente Agudo
Maria da Luz Brazão

INFORMAÇÃO:

Consulte os documentos da DGS, com as seguintes temáticas:

DGS – Orientação diagnóstico laboratorial: Consulte AQUI Documento PDF

DGS – Orientação Profissionais de Saúde expostos a SARS-CoV-2: Consulte AQUI Documento PDF

Vídeos exemplificativos de colocação de Equipamentos de Proteção Individual, para profissionais de saúde:

KITS DE ALTO RISCO DE TRANSMISSÃO

RISCO BIOLÓGICO: COLOCAÇÃO DE EPIs DE ALTO RISCO

RISCO BIOLÓGICO: REMOÇÃO DE EPIs DE ALTO RISCO

KITS DE BAIXO RISCO DE TRANSMISSÃO

RISCO BIOLÓGICO: COLOCAÇÃO DE EPIs DE BAIXO RISCO

RISCO BIOLÓGICO: REMOÇÃO DE EPIs DE BAIXO RISCO

VÍDEOS DO NÚCLEO DE ESTUDOS:

5º Congresso Nacional da Urgência – Vídeo: