Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica

Núcleo constituído por Internistas dedicados às grávidas/puérperas em toda ou em parte da sua atividade, para melhorar a formação e os cuidados nesta área emergente da Medicina Interna.

Coordenador: Pedro Correia Azevedo – Hospital Garcia de Orta
Coordenadora Adjunta: Inês Palma dos Reis – Hospital Prof Dr Fernando da Fonseca
Secretariado: Ana Oliveira – Hospital Distrital de Santarém, Alice Sousa – Hospital São Francisco Xavier – CHLO, Augusta Borges – Maternidade Alfredo da Costa – CHLC, Catarina Conceição – Hospital São Francisco Xavier – CHLO, Filipa Lourenço – Hospital CUF Descobertas, Inês Felizardo – Hospital de São José – CHLC, José Guia – Hospital São Francisco Xavier – CHLO, Mylene Costa – Centro hospitalar Póvoa de Varzim e Vila do Conde – CHPVVC e Sofia Mateus – Hospital Beatriz Ângelo

Contactos: nemo@spmi.pt

Conheça as informações úteis do Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna.

História

Em Portugal as grávidas são cada vez mais velhas e mais doentes e a evolução dos cuidados de saúde permite também que mais mulheres com doenças crónicas sobrevivam e engravidem. 

A Medicina Interna, enquanto especialidade integradora de várias disciplinas médicas, tem uma posição privilegiada para providenciar o apoio médico necessário à optimização dos cuidados materno-fetais em mulheres com doenças crónicas ou problemas agudos do foro médico e articular a intervenção das outras especialidades. 

ONúcleo de Estudos de Medicina Obstétrica – NEMOda Sociedade de Medicina Interna, foi criado oficialmente a 18 de Março de 2016. 

Objetivos

  • Levantamento dos recursos e necessidades atuais. ​ 
  • Apoiar a formação e diferenciação em Medicina Obstétrica​ 
  • Facilitar a partilha de experiências e conhecimentos​ 
  • Divulgação de guidelines internacionais​ 
  • Criação de protocolos de apoio à prevenção, diagnóstico, tratamento​ 
  • Contribuir para a constituição de uma base de dados nacional, necessária para análises epidemiológicas. ​ 
  • Contactos e parcerias locais, nacionais e internacionais com outros grupos, áreas e especialidades necessárias à otimização dos cuidados. ​ 
  • Investigação em Medicina Obstétrica. ​ 
  • Divulgação do papel da Medicina Interna no apoio a esta população especial e para o crescimento da Medicina Obstétrica. ​  
  • Fortalecer as atividades da SPMI.​ 
  • Melhoria da prática clínica em Medicina Interna 
  • Melhoria da Saúde Materno-Fetal.​ 

Plano de Ação

  • Curso Patologia Médica da Grávida – 4ª Ed – 28 e 29 de Setembro de 2018
  • Curso Patologia Médica da Grávida – 5ªEd – 27 e 28/09/2019 – SPMI FORMI  
  • Participação no 4º Congresso Nacional de Urgência – Mesa “A Grávida no SU” 
  • Participação no Curso Atualização Medicina Interna – Diabetes na Gravidez – Novembro 2018 – Porto 

Regulamento

  1. O NEMO é constituído por:

a. Sócios da SPMI promotores da constituição do Núcleo (Sócios Fundadores).
b. Sócios da SPMI que se mostrem interessados em colaborar nas atividades do Núcleo e que para tal se proponham junto do secretariado. A sua inclusão no NEMO deverá ser ratificada em plenário. 

  1. São órgãos do Núcleo:a. Plenário
    É constituído por todos os sócios do NEMO.
    É convocado anualmente e sempre que o Secretariado do NEMO ou a direção da SPMI considerem necessário.
    Compete-lhe tomar as decisões gerais relativas ao seu funcionamento, ratificar a inclusão de novos sócios e fazer eleger, de dois em dois anos, o Secretariado.
    Pode ser convocado extraordinariamente por mais de 20% de sócios do NEMO, sendo as decisões alcançadas consideradas vinculativas apenas se estiverem presentes pelo menos 50% +1 dos sócios efetivos. 
  2. Secretariado
    É eleito entre os sócios do NEMO.
    É constituído por cinco a sete elementos, sendo um deles o coordenador. Este assegura a ligação do NEMO com a Direção da SPMI.
    Assegura a gestão, administração e representação do Núcleo.
    Coordena as atividades do Núcleo com a Direção da SPMI.
    Faz divulgar periodicamente informações sobre a atividade desenvolvida junto dos sócios do Núcleo.
    Implementa a organização, com a periodicidade julgada adequada, de reuniões de caráter científico onde são apresentados trabalhos realizados no âmbito da Medicina Obstétrica. 
  3. Grupos de trabalho
    São agrupamentos de sócios do NEMO que se proponham a atividades específicas no âmbito da Medicina Obstétrica.
    Têm autonomia científica, devendo comunicar os seus projetos, iniciativas e conclusões ao Secretariado. 

A convite do NEMO podem participar nos seus trabalhos científicos, reuniões e formações, elementos não sócios da SPMI cuja colaboração seja considerada importante para o cumprimento dos objetivos do Núcleo. 

Inscrição

Inscrição no Núcleo


















NOTA INFORMATIVA:

A inscrição no Núcleo destina-se exclusivamente a sócios da SPMI

Declaração de aceitação

Declaro que as informações e os dados por mim prestados no presente formulário são completos, precisos e verdadeiros, comprometendo-me a informar a SPMI – Sociedade Portuguesa de Medicina Interna caso ocorra alguma alteração aos mesmos.

Autorização para o tratamento de dados pessoais

Autorizo o tratamento dos meus dados pessoais acima identificados, pela SPMI nos termos da lei (em particular, a Lei n.º 67/98, de 26 de Outubro - Lei de Proteção de Dados Pessoais), no âmbito das suas atividades, tendo em vista as finalidades de gestão dos programas de formação e atividades relacionadas com a SPMI. Nos termos da lei, fui informado(a) que me é garantido, enquanto titular dos dados pessoais tratados, o direito de acesso, retificação e eliminação dos meus dados pessoais tratados no âmbito da presente base de dados. Para o efeito, caso pretenda aceder, retificar ou eliminar os meus dados pessoais, deverei contatar website@spmi.pt

Consulte os eventos recomendados pelo Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica:

Eventos Futuros

Curso de Patologia Médica da Grávida
Data: Novas datas brevemente disponíveis

International Congress on Cardiac Problems in Pregnancy
Data: 11 – 14 February 2021
Local: Porto

https://cppcongress.com/


Cardio Obstetrics 2020 Virtual Symposium

Data: 12 e 13 de setembro de 2020

https://ws.eventact.com/cardioobstetrics202020/Home

Segundas Jornadas do NEMO – Mulheres complicadas, gravidezes complicadas (doenças crónicas na gravidez)
Data: Adiado – Novas Datas Brevemente Disponíveis
Local:Hotel dos Templários, Tomar

Eventos Passados

NACIONAL: 

Curso de Patologia Médica da Grávida
Data: 6 e 7 de Dezembro de 2019
Local: sede da SPMI em Lisboa 

Primeiras Jornadas do NEMO
Data: 9 e 10 de Novembro de 2018
Local:Hotel Vila Galé Estoril
Mais Informações aqui 

Curso de Patologia Médica da Grávida
Data: 28 e 29 de Setembro de 2018
Local: sede da SPMI em Lisboa
Ver Mais Informações 

INTERNACIONAL: 

Curso Medical Complications in Pregnancy (25ª edição)
Data: 13, 14, 15 Novembro de 2019
Local: Londres, Agora também disponível (webstream) à distância!!
https://www.symposia.org.uk/main/main.asp

Data: 14 a 16 de Novembro de 2018
Local: Londres 

2018 ISOM Congress – www.isshp2018.nl 

The Westergasfabriek in Amsterdam will be the venue for this joint meeting. This beautiful city park, with its historic factory buildings surrounded by expanses of green, is a venue for large and small events, and a range of catering, film, theatre and exhibition facilities. 

Data: 6 e 7 de Outubro 2018
Local: Amsterdão 

Investigação: 

Registos: 

Recomendações/Orientações Clínicas: 

Medidasde Prevenção para Grávidas Covid-19

Risco de Infecção pelo COVID-19 em grávidas

O NEMO emite as seguintes recomendações/notificações:

1. Não obstante o número de casos de infeção COVID-19 em grávidas não ser elevado, devemos assumir que o risco é o mesmo da população geral, pelo que as grávidas devem cumprir as medidas de redução de contágio como o isolamento social e a etiqueta respiratória. Sabe-se que as alterações imunológicas da gravidez podem predispor para infecções respiratórias, aumentando a morbilidade materna.
2. Pouco ainda se sabe sobre a transmissão vertical, mas parece ser reduzida.
3. Não há evidência de que o vírus passe o leite materno e os benefícios da amamentação superam qualquer risco potencial de transmissão COVID-19 pelo leite materno. As mães que amamentam devem tomar todas as possíveis precauções para evitar transmissão como lavagem de mãos frequente e usando uma máscara facial, durante a amamentação.
4. Não há evidência de que após o parto, uma mulher com COVID-19 deva ser separada do seu filho. O impacto da separação parece ser mais prejudicial do que o risco de infecção.
5. As grávidas devem evitar dirigir-se aos centros hospitalares excepto se estritamente necessário. Para tal, devem os internistas que realizam consultas de Medicina Obstétrica efetuar teleconsulta em vez de consulta presencial. Preferencialmente as grávidas devem ter uma via de contacto directo com o internista assistente, nomeadamente endereço de e-mail.
6. As grávidas deverão ser instruídas sobre os sinais de alarme da eventual agudização da sua patologia de base, e dos motivos que as levem a contactar a linha SNS 24 ou o INEM.
7. Devem ser adoptadas medidas que reduzam o risco de infeção: lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos; usar um desinfetante para as mãos à base de álcool, como álcool em gel; evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; evitar contato próximo com pessoas doentes; cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e deitar no lixo; limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
8. As máscaras cirúrgicas são essenciais para as pessoas doentes e recomendadas nas regiões mais afetadas, mas não garantem uma proteção de 100% contra a epidemia.
9. Estas recomendações não não devem sobrepor-se a novas recomendações que a tutela venha a emitir. As doentes devem cumprir rigorosamente as recomendações da tutela para controlo da disseminação comunitária.

O Secretariado do Núcleo de Estudos de Medicina Obstétrica