Carta do Presidente
Caros Colegas e Amigos

Dou-vos as Boas Vindas à ilha da Madeira. Agradeço à SPMI a confiança em mim depositada e no Serviço que chefio para a organização do 20º Congresso Nacional de Medicina Interna (CNMI). O sucesso deste Congresso depende da vossa participação.

O Serviço de Medicina Interna do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (RAM), integra todos os Internistas da RAM resultando da fusão de 3 serviços (Serviço de Medicina I, II e III) que ocorreu em novembro de 2008.
Este Serviço superou enormes desafios ao longo dos últimos 5 anos: A informatização de todo o processo clinico e prescrição, a coordenação e gestão em ambiente de urgência das 2 catástrofes que assolaram a Madeira em fevereiro de 2010 e em agosto de 2013; a organização de 3 cursos "O Internista na urgência" e de 2 Jornadas de Medicina Interna e cá está, hoje mais firme e unido do que nunca, organizando aquele que é considerado na atualidade um dos maiores eventos científicos realizados anualmente em Portugal, o 20º CNMI.

Uma palavra de apreço e agradecimento aos vários coordenadores dos núcleos da SPMI que connosco colaboraram na organização das mesas redondas.

O vasto programa científico que temos para vos oferecer, contribuirá com toda a certeza para o nosso enriquecimento científico e intelectual e vai influenciar seguramente a nossa prática clínica. Destacamos o papel crucial do Internista num hospital de agudos, no que concerne à gestão de riscos e otimização de recursos e os novos desafios para o Internista nas várias áreas de intervenção da Medicina Interna. Privilegiamos os nossos Internos com uma diversidade de cursos a eles dirigidos, reservamos uma tarde para o Jovem Internista, vamos refletir sobre o perfil do Internista que queremos ter no futuro e repensar a metodologia da formação médica.

Somos contemporâneos de profundas mudanças sociais, consequência de constrangimentos económicos com limitações orçamentais sem igual na nossa história, resultando em profundas mudanças na área assistencial relacionadas com a saúde.

Por vezes a inconsistente sabedoria das competências leva-nos a pior qualidade assistencial. O Internista com a sua grande abrangência técnico científica e como elo de ligação entre o doente, seus legítimos direitos e os órgãos de gestão da saúde, faz com que a Medicina Interna tenha hoje a possibilidade de marcar um ponto de viragem importante, trazendo à prática médica uma consistente qualidade ao se colocar numa postura de ponte de ligação entre os vários ramos da ciência médico-cirúrgica sem nunca perder de vista a necessidade de lutar para que ninguém, por motivos económicos, seja excluído da básica prestação da assistência na doença.

Esperamos ainda que este encontro permita o aprofundar das relações de amizade e colaboração, enalteça a arte não só como um talento subjacente ao saber fazer medicina, mas também como talento imprescindível, colocado em paralelo com a atividade profissional do médico em geral e do Internista em particular. Neste Congresso, de uma forma transversal a toda a atividade científica presenteamo-vos com "Um Cantinho de Talentos".

É meu desejo e da Comissão Organizadora que o 20º CNMI marque um ponto alto na formação médica em 2014. Que sejamos nós Internistas, os líderes de opinião sobre propostas para o futuro, um futuro que se me afigura difícil onde o doente, parte mais débil de todo o processo, tem em nós a sua única voz de defesa.

Em meu nome e da Comissão Organizadora agradeço a vossa presença.

Até breve!

Maria da Luz Andrade Reis Brazão
A Presidente do 20º CNMI
2013 Sociedade Portuguesa de Medicina Interna. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: b-online.pt